image1

Mais uma polêmica em jogo, o ataque terrorista do Estado Islâmico. Foi feio? Desastroso para a humanidade? Terrível? SIM para todas as respostas, mas como uma rede de inteligência mundial não conseguiu prever esses ataques? (deixo essa dúvida que será eterna).

Seja a Síria, Afeganistão, Iraque, lugares que estão em constantes guerras. Só o mundo ficar um pouco quieto que eclodem guerras e mais guerras nesses lugares. Coincidência? Ou apenas uma movimentação para que a indústria bélica possa lucrar?

Com anos e anos de disputas territoriais, onde teve pesadas guerras, eis que começa uma longa peregrinação de imigrantes querendo invadir a Europa, mas com esses países em Guerra a anos, somente agora eles resolveram dar um basta e sair? Já conversei com amigos e compartilho com vocês. em termos de GUERRA, em ESTRATÉGICA, bato palma para o estado Islâmico. os caras “construíram” o MAIOR e invisível CAVALO DE TRÓIA da história da humanidade. Facilidade extrema de colocar terrorista em todo território europeu, sem visto, alguns até sem documentos, podendo se passar por qualquer identidade.

Depois de anos e aproveitando a onda dos “DIREITOS HUMANOS”, qual país “CRUEL” não aceitaria milhões de refugiados? O que um país sem estrutura inicial para um aumento considerável da população iria fazer com essa invasão? Sim, fui contra e ainda sou contra.

Nunca saberemos o que passou na Síria, porém aposto que pregaram um terror tão grande e com incentivo fizeram essa grande caminhada para o CAVALO DE TRÓIA atual, que fez com que países abrissem seus portões impenetrados para terrorista, e agora la dentro, estes estão quebrando os muros para que novos possam entrar.

Lembro que o Brasil recebeu imigrantes e não sei quantos mais países no MUNDO INTEIRO receberam pessoas também. O Estado Islâmico sabe que se o mundo se voltar contra ele, a guerra acabará rápido, com isso bolaram essa brilhante ideia e ganharam assim uma vantagem gigante sobre o mundo.

A França e a Rússia já caíram na armadilha e começaram a bombardear para mostrar “força”. Algo me lembra MUITO a guerra do Vietnã, em que os EUA até ganharam a guerra no campo, mas sua imagem saiu arranhada e foi considerada derrota para muitos. Um pequeno país fez grandes baixas nos fortes americanos com simples armadilhas, mas como eles conseguiram derrubar alguns pontos americanos mesmo sendo tão pequenos? Simples, conhecia bem seu terreno, se conhecia bem e conhecia o adversário.

Estado Islâmico, conhece muito bem seu território, conhece BEM DEMAIS seus inimigos e o que mais preocupa, o “ocidente” não se conhece bem e não sabem agora quais as bombas internas que tem, que podem destruir de dentro pra fora. Um ponto muito positivo (No quesito táticas de guerra) para o Islã nessa guerra mais que declarada. Vamos viver uma nova guerra do VIetnã, só que dessa vez não terá túneis escondidos para os soldados do pequeno país, mas sim prédios e casas dentro do adversário.

Foi dada a largada para mais uma guerra no mundo, agora nos resta observar e rezar para que não ocorra grandes tragédias (já anunciadas).

 

Dilma campainha

Para começar, não sou de NENHUM partido, não sou anti PT, sou apenas um cidadão brasileiro que tenta ver algo A MAIS do que a IMPRENSA passa para as pessoas e que acabam focando onde não deviam. Na última eleição (A PIOR de toda democracia brasileira, pelos candidatos) fui forçado a votar na Dilma, por conta do Aécio, sim votei para o Aécio não entrar e não para a Dilma ser presidente. O PT já fez tanta cagada, que fizeram os brasileiros esquecerem dos erros (vide link) do FHC, que estão no mesmo nível da do PT, o problema é que a memória do povo brasileiro é muito pequena e esquecem rápido.

O Brasil, hoje PARA MIM é como uma bicicleta quebrada, podem estar pensando, mas porque uma bicicleta? Simples, bicicleta quebrada não anda, no máximo é carregada por alguém, que seria o povo. Enfim, essa comparação é para falar que essa campanha toda que está acontecendo de IMPEACHMENT da Dilma NÃO adiantará em NADA, porque a DIlma não passa apenas de uma campainha da bicicleta, tirando a campainha quebrada e colocando outra no lugar, a bicicleta anda? MAS NEM POR DECRETO… O problema do Brasil é muito maior do que uma simples presidente, que não tem poderes plenos e totais sobre o país, só ler o artigo 84 da Constituição Federal, que pode-se ver que a Dilma sozinha não consegue ferrar tanto o Brasil. Nem os tantos ministérios que culpam ela de ter, ela não tem culpa, visto que no artigo 88 da Constituição mostra que Ministérios e Órgãos só podem ser criados em LEI (Não sendo a presidente que constrói ministérios).

O QUADRO (sendo o corpo principal da bicicleta, que liga todas as partes) seria o CONGRESSO NACIONAL e já pararam para perceber as pessoas que estão sendo o corpo do Brasil, fazendo sim ele ser mais leve e forte para andar tranquilamente? Quanto mais honesto e produtivo, o quadro se torna forte e  leve,  assim a bicicleta pode andar tranquilamente e o povo sendo as rodas desse mecanismo, não sentirá praticamente peso nenhum na vida. Para começar temos como SENADOR, simplesmente o COLLOR , lembram dele? bloqueou a conta do Brasil todo, nome envolvido em centenas de escândalos e está na no Congresso Nacional, tem peso mais corroído e maior que ele? Vocês sabiam que ano passado e na surdina o ex presidente foi INOCENTADO pelo STF? Um político que ficou INELEGÍVEL por 8 anos, foi REELEITO pelo povo e agora foi INOCENTADO e a culpa é apenas da DILMA?

Temos MUITOS, mas MUITOS casos, Vamos ao AÉCIO então, que está sendo visto como salvador da pátria, nome da família envolvida em escândalos e o caso do helicóptero ? Abafado pela mídia tão imPARCIAL. Se esse é a salvação pro quadro da bicicleta BRASIL, imagina o resto? Sem esquecer dos contratos que o dono do helicóptero ganhou sem licitação.

Temos o exemplo do filho do Lula, como ficou MILIONÁRIO DO NADA? Inexplicável e abafado também.

Podemos ainda falar de Lulas, Dilmas, Sarneys, Cunhas, etc etc etc. Não comento do Jean Willis, porque esse merece um post específico para mostrar o maior câncer que está no Congresso.

O que quero mostrar é que o QUADRO da bicicleta BRASIL está composto de ferro pesado e corroído, destruindo todo o equipamento e colocando cada vez mais peso nos cidadãos e uma hora isso vai estourar, ai a bicicleta BRASIL encalha de vez e não volta mais a andar.

Temos chance de consertar isso, mudando todo o quadro, mas não apenas tirando uma campainha… ACORDA BRASIL.

acorda-brasil

Direitos Humanos

 

Foto tirada do blog : cidadaossp.wordpress.com

Os Direitos Humanos é um assunto polêmico em toda roda de discussão, em que a cada dia ganha mais e mais ingredientes para aumentar os argumentos nas rodas de conversa.

Hoje o assunto mais falado é do caso dos policiais que levaram três “estudantes” e mataram um dos “suspeitos” que ficam roubando no centro do Rio. Erraram? Sim e são assassinos e merecem punição severa. Porém, não vamos colocar essas “crianças” num pedestal e colocá-las como santas. Aposto que amanhã já vão estar na rua fazendo e acontecendo.

Se essas doces crianças eram suspeitas (ou roubavam mesmo) as pessoas na ruas, onde estaria os Direitos Humanos, desses transeuntes que foram vítimas? Que tem que andar com a bolsa e mochila coladas ao corpo, andando sem ter paz pelas ruas. Lembrando que NADA, mas NADA justifica a atitude dos assassinos delas.

Semana passada fui alvo de certos “trabalhadores” e “estudantes” (como sempre são chamados, quando morrem ou são presos “injustamente”). Depois de trabalhar o dia inteiro, fui a um aniversário de uma amiga e na volta para casa, em que estava levando duas amigas para suas residências, fui abordado por umas dessas pessoas “boas”.

Na pista de mão dupla, no outro lado, já tinham 3 carros parados e estavam no meio de uma curva em ladeira para a direita, no qual tinha muita gente para fora dos carros, a princípio achei que fosse um acidente. Porém do nada, um dos homens (que pelo porte, parecia mais um adolescente, ou jovem) com a cabeça tapada foi para o meio da rua.

Quando vi a pessoa andando, já deduzi que era assalto e por impulso e com medo do que essas doces pessoas poderiam fazer as minhas amigas, acelerei com toda força mirando o indivíduo, que levantou a arma em minha direção e disparou sobre o carro.

Certamente foi Deus que me ajudou no momento, já que, não deixei o carro morrer, não perdi o controle do carro e como o policial disse, por 2 cm a bala tinha endereço certo do meu peito. Mas infelizmente NÃO acertei o “filho perfeito”, o “estudante”, o “trabalhador”. Acho que ele pulou, para desviar do carro, pois não efetuou nenhum disparo a mais.

Agora pergunto a vocês, cadê os Direitos Humanos ali para me ajudar, onde estava meu direito de ir e vir, onde estavam os protetores desses MARGINAIS, que não tem pena em assaltar, matar… Cade os políticos que defendem essa raça de animais?

O prejuízo de R$1.500 reais (mais ou menos) não é nada, comparado aos traumas que minhas amigas e eu ficamos com o fato. Mas não tinha ninguém la com televisão ou algo do gênero para me defender, como fazem com muitos marginais, para ganhar ibope.

Bala ficou alojada no capô do carro

Bala ficou alojada no capô do carro

Sim, sou a favor de fazer justiça com as próprias mãos.

Agora pergunto de novo: Se eu acerto o infeliz e mato ele, esses defensores humanos iriam cair em cima de mim com mil pedras, defendendo um jovem que não teve oportunidades na vida, que foi morto por um jovem da classe média. Já que sou muito culpado por meus pais terem trabalhado todos os dias de suas vidas, para tentar me dar um pouco do melhor. Sou culpado de trabalhar de segunda a sexta em dois trabalhos e com isso poder ter um pouco mais de conforto.

Deixo aqui meu pesar pelo Direitos Humanos no Brasil. que servem exclusivamente para MARGINAIS e esquecem dos reais trabalhadores e pais de família.

Os Defensores desses marginais vão apagar a lembrança da minha cabeça?

Os Defensores desses marginais vão apagar a lembrança da minha cabeça e pagar os prejuízos?

voluntariado

Voluntariado é um assunto muito simples, porém muito complexo. Muitas pessoas gostam desse tipo trabalho, já outras não gostam de “trabalhar sem receber”, outras então, só fazem um ou outro trabalho voluntário, para aumentar o currículo e assim ser visto com outros olhos pelas empresas.

Com 25 anos de vida, já fui voluntário em vários lugares, seja no Mc Dia Feliz, no Pan e Parapan Americanos, Jornada Mundial da Juventude, Ongs … Ai deve vir a pergunta na cabeça, “Mas para que tanto trabalho voluntário?” Minha resposta é simples: Quando me inscrevo para ser voluntário de algo, é porque quero muito fazer parte do projeto que estou entrando, e quando se trabalha com amor, todo o trabalho, o mais cansativo que seja, se torna fácil.

Comecei mesmo trabalhando como voluntário, no projeto SEMPRE CRIANÇA, onde uma vez por mês fazem uma atividade no Lar da Criança, um orfanato situado no bairro da Ititioca e no fim de cada ano faz uma festa de Natal no ginásio do Salesianos, em que reuni outros orfanatos e acontece um dia de diversão com as crianças e no fim do dia, elas recebem presentes do Papai Noel.

Meu último trabalho como voluntário foi na Jornada Mundial da Juventude e posso garantir, que foi uma das experiências mais marcantes na minha vida, ajudei peregrinos perdidos no centro do Rio, fiz vigília em colégio para que os peregrinos pudessem dormir com tranquilidade, fiquei mais de 30 horas acordado…

Poderia ter trabalhado na minha área, porém por algum motivo, participei de uma forma diferente desse evento e não posso reclamar. Ver os uruguaios agradecendo de uma forma tão sincera por ajudá-los a entrar no alojamento, ser aplaudido de pé pelos argentinos, por deixar eles no ônibus certo e deixar todas as instruções para que eles não se perdessem no centro, receber um abraço dos cubanos chorando, por você ter marcado a vida deles de uma forma positiva.

NADA, mas NADA pagaria esses momentos, até porque NADA paga o sentimento de amor, de amizade, de agradecimento das pessoas, por uma atitude sua, que foi feita de coração, sem contar com algo em troca.

Sempre falei que aqui nesse blog não iria fazer o jornalismo em si, falando do lado bom, lado ruim e deixar que as pessoas discutam… Vou sempre deixar minha opinião sobre o tema e deixar os comentários para discussão do tópico.

Com todos os trabalhos voluntários que já fiz, tive meus 15 segundos de fama, ao dar entrevista para dois programas da TV Cultura, então deixo com vocês os vídeos, que falam sobre voluntariado.

164264_596378757050920_1802649541_n

O Brasil e principalmente o Rio de Janeiro, virou o centro do mundo por causa da Jornada Mundial da Juventude. Porém, antes dessa semana, em que jovens dos quatro cantos do mundo, “invadiram” a cidade maravihosa, ocorreu a Semana Missionária, uma semana em que alguns peregrinos foram distribuídos pelas paróquias do Brasil inteiro.

Na paróquia que frequento, tivemos a sorte de receber cubanos, 43 pessoas completamente iluminadas, que mostraram o que é ter humildade, alegria e FÉ.

Quando soubemos da notícia, ficamos um pouco apreensivos, por causa das notícias que chegam ao Brasil sobre o país e sua população.Para a surpresa de todos, vieram anjos de cuba, pessoas completamente iluminadas que nos ensinaram MUITO, nos ensinaram a viver melhor, a aproveitar a vida e tudo mais.

Acho que nem em 50 anos, eu conseguiria aprender o que aprendi nessa semana missionária. O que esses pouco mais de 40 cubanos me ensinaram, nenhum profissional gabaritado conseguiria me ensinar.

Uma alegria, uma fé, que você consegue ver nos olhos de cada um. Passam um sentimento puro, como de uma criança, um amor puro, sem maldade, que passaram de desconhecidos para meus irmãos em apenas 6 dias.

Mesmo com todas as dificuldades que eles vivem, com todo racionamento de comida, com a saúde pública não muito boa (o que a mídia passa, nem sempre é a verdade), com a proibição de ir e vir (seja no mundo real ou no mundo virtual). Eles vivem, vivem alegres, vivem com um amor que dá inveja a qualquer um, vivem a vida, vivem realmente.

Um choque de realidade que mostrou que podemos ser muito mais do que somos. Um verdadeiro SOCO na cara, mas um SOCO bom, um SOCO para acordar para a vida.

OBRIGADO irmãos cubanos por me ensinarem MUITO, posso garantir que minha vida mudou muito depois desses 6 dias.

Espero um dia poder voltar a ver todos, para conversar e mostrar o quanto vocês me ajudaram…

ECHO DE MENOS todos de la família de Cuba.

Posso falar SEM MEDO… SOY CUBANO de CORAÇÃO.

Touro preparando para um novo bote

Hoje resolvi falar sobre as festas dos pueblos aqui na Espanha, são festas que acontecem o verão todo (e fora do verão também), são eventos locais onde se comemora o dia da cidade, santo padroeiro… enfim… toda semana tem atividade nos diversos pueblos do país.

O que caracteriza muito essas festas, são as touradas, não essas que estamos acostumados a ver, em que ocorre um “baile” de carnifina, onde o touro é brutalmente assassinado… Eles soltam um touro no meio da arena, onde se encontra várias pessoas comuns (pessoas que estão participando da festa normalmente), assim, as pessoas que tem coragem podem descer até a arena e “provocar” o touro, com o eminente risco de sair com uma linda chifrada.

O mais interessante, é que a arena fica LOTADA, tem bandinha, todo mundo cantando alegremente, tem OLA (ao estilo estádio brasileiro), em que é muuuuuuuuuito mais animado que um estádio de futebol aqui. Além do mais, as pessoas geralmente colocam camisas ao estilo abadá, e cada grupo de amigos tem uma cor específica e um tipo de camisa diferente.

O que me marcou nessa “tourada” foi que no lado de fora da arena, tinha de prontidão, uma ambulância e um centro cirúrgico móvel, caso ocorresse algum acidente com as pessoas, e principalmente o touro acertar alguém. TODAS as festas que tem o touro, a ambulância e o centro cirúrgico móvel são obrigatórios.

Depois dessa festa na arena, acontece shows na praça até o amanhecer, com músicas latinas, e principalmente o KU DURO (que faz muito sucesso por aqui), o mais legal dessas festas, é que a população local que organiza tudo, lógico com a ajuda do governo.

E no dia seguinte de manhã tem a corrida do touro (geralmente um touro pequeno, só em festas grandes que liberam touros de maior porte para correr, já que a segurança é maior, como acontece na festa de San Firmino),onde o touro sai correndo pelas ruas do local e as pessoas correndo dele… OBVIAMENTE.

Vou parar de encher vocês com toda essa explicação, só pra mostrar que estou tendo aula de cultura da Espanha e que to aprendendo direitinho… kkkkkkkkkkkk

Segue dois vídeos de minha autoria da festa do pueblo de MECO, que fica perto de Alcalá de Henares.

Tomatina

Publicado: 13/09/2011 em Intercâmbio

Brasil muito bem representado na Tomatina 2011

Promessa é dívida, porém não vou fazer post em ordem cronológica, porque nem visei fazer túnel do tempo aqui… aos poucos vou contando o que aconteceu e o que está acontecendo…. ou não (rs).

Vou começar falando da festa da Tomatina, uma festa antiga aqui na Espanha e recebe turistas de toda parte do mundo somente para a guerra de tomates, sendo considerada inclusive o evento de maior atração turística internacional do país. Não vou explicar o que é a Tomatina, já que, no Google tem 500 milhões de explicações, assim, coloquei o link de uma das explicações pra vocês.

A primeira vez que eu soube dessa festa na Espanha, foi assistindo Pânico na TV, que se me recordo bem, o Vesgo e o Silvio foram cobrir. Lógico que a festa me interessou de cara, pela insanidade que é, e principalmente pela falta de nexo, simplesmente uma guerra de tomates.

Esse ano conversando com meus amigos intercambistas aqui em Madrid, resolvemos de última hora ir para a Buñol (local que é a festa). Alugamos um carro e fomos para a festa que tanto me chamou atenção na TV no Brasil.

Porém chegando lá descobri que a festa é MUITO mais do que apenas a guerra de tomates… A festa começa na noite anterior…  jovens do mundo todo confraternizando, brincando, dançando, bebendo… enfim uma festa que só acaba as 11 horas da manhã quando todos vão para as vielas APERTADÍSSIMAS de Buñol para iniciar a guerra de tomate.

Bares que são estilos boatezinhas, abertas a noite toda e principalmente 0800… assim as pessoas podem escolher qual o estilo que mais gostam, entrar e dançar até cansar.

A quantidade de estrangeiros é absurda, principalmente os japoneses, que fazem parte da maior porcentagem dos gringos. Grupos enormes que não se importaram de dormir na rua para participar da grande festa no dia seguinte. O Brasil como sempre chama muito a atenção, se você é brasileiro e vai para um evento desse… LEVE sua bandeira do Brasil… sucesso garantido, além é claro… se prepare para tirar muita foto… porque todo mundo quer uma foto com brasileiros…rs

No dia da guerra, as pequenas ruas ficam IMPOSSÍVEIS de passar, muita gente para pouco espaço, porém quando começa a guerra é uma festa só, tomates, sapatos, camisas rasgadas… TUDO voa, para sujar as pessoas (O uso de um óculos de natação é de grande importância, para te ajudar na guerra, eles  são vendidos muito baratos em Puñol).

Dica, nunca fique em foco (muros, escadas, marquises), porque você vira ALVO de todos em volta e toma tomatada de tudo quanto é jeito. Outra dica, no início não fique na rua principal (que passam os caminhões), fiquem nas ruas ao lado, porque é muito empurra empurra e as ruas do lado são “mais tranquilas”, depois que passam os caminhões a guerra melhora muito e da para ir para a rua principal sem problemas.

No final… com todos sujos do cabelo ao dedão do pé, tem chuveiros públicos e um pequeno riacho, em que as pessoas tomam banho… água muito gelada, porém muito boa… principalmente depois de todo aperto de uma tomatina.

Uma experiência que vale muito a pena participar… recomendo a todos. Deixo com vocês dois vídeos que achei no youtube da tomatina desse ano, que teve a participação de cerca de 45 mil pessoas.

Intercâmbio

Publicado: 27/08/2011 em Intercâmbio
Tags:

Depois de muito tempo querendo fazer um intercâmbio, enfim consegui realizar o sonho da grande maioria de todos os estudantes do Brasil.

No intercâmbio você não aprende apenas uma língua nova, mas sim culturas completamente distintas, além de aprender a sair de situações que não passaria em nosso país natal. Desde uma apresentação normal de pessoas novas, em que uma grande parte não é igual ao Brasil, como por exemplo os italianos que NÃO dao beijos no rosto ao se apresentar (mesmo sendo homem – mulher ou mulher-mulher, eles apertam a mão), até situações mais complexas como fazer algo proibido num pais que nao eh no seu normal (agradeço por isso ainda nao ter acontecido comigo).

A única coisa ruim, é que quando você começa a pegar uma amizade com as pessoas elas se vão, porém tem o lado positivo, que a cada semana chegam mais e mais estudantes novos e assim voce acaba fazendo novas amizades.

Quando eu imaginaria que sairia com ucranianos, ou chineses ? Quando que imaginaria que iria fazer aula de salsa cubana, com um professor profissinonal com pessoas de culturas COMPLETAMENTE DIFERENTE? Quando imaginaria que faria tantas amizades novas numa semana com pessoas que pensam completamente diferente do que eu? Coisas que só acontecem num intercâmbio.

Se comunicar algumas vezes por mimica, rir de uma frase nao entendida, saber um pouco de todos os lugares do mundo pela experiencia dos novos amigos, pessoas oferecendo ajuda mesmo nao te conhecendo direito, só pelo fato que estão numa mesma situação que você… coisas que só acontecem num intercâmbio…

Enfim, uma experiência unica que marca muito nossas vidas e felizmente estou vivendo isso hoje, uma experiencia que agradeço muito aos meus pais por me proporcionarem esse momento IMPAR em minha vida… estou apenas 1 semana nesse sonho… porem ja aprendi muito mais coisa que poderia imaginar…

Agora é rumo ao tempo que ficarei aqui… espero poder voltar a atualizar o blog sempre… veremos… mas vamos tentar….

Pròximo post, falarei um pouco sobre a MAGNÍFICA experiência na Jornada Mundial da Juventude que tive o prazer de participar.

Beijos e abraços

A magia da dança

Publicado: 04/07/2011 em Amizade, Música

Pessoal, depois de um mês muito corrido com o fechamento da faculdade, enfim terei tempo suficiente de atualizar o blog todos os dias. Para voltar a ativa, escolhi um tema que gosto muito, a dança.

Pela dança você consegue passar muitas sensações, fazer infinitas representações de uma mesma música. Enfim, pela dança, a pessoa consegue passar qualquer tipo de mensagem, além de fazer o público se emocionar, rir … entre tantas sensações que o ser humano tem.

Na dança você se surpreende a cada apresentação, a cada pessoa que participa daquele momento, ou você nunca viu uma pessoa “gorda” indo apresentar uma dança e imaginou: Po essa mulher /homem vai dançar mesmo? Que ridículo, não vai conseguir nada… e durante a dança, essa pessoa mostra uma interpretação corporal, que a grande maioria das pessoas não conseguem fazer? A dança não tem idade, a dança não tem um grupo fixo, a dança ela é mundial e para todos.

A dança tem o poder de cativar, de se fazer amizades, de passar uma mensagem “muda” para o público, seja numa simples dança coreografada de axé, seja numa dança de salão, com os passos mais elaborados ou até mesmo nas danças folclóricas que passam tanto simbolismo de uma região.

Tem pessoas que falam: Po, não sei dançar, sou duro, tenho vergonha. A dança seja numa noitada, numa apresentação, ela é única, cada pessoa tem um jeito de passar a sensação da música com seu corpo, não existe a chamada “ASSIM QUE SE DANÇA”, a dança sendo única, cada pessoa dança num estilo certo, próprio.

A dança tem uma sensualidade única, passa sensações que ultrapassam qualquer pesquisa. Uma pessoa que gosta de dançar, conhece muito mais seu  corpo do que a maioria das pessoas.

Quem nunca ficou hipnotizado no filme Dirty Dancing, com a dança no final? Quem nunca tentou copiar passos de dança de peças de teatro ou filmes? Quem nunca inventou um passo para uma música preferida?

Pra falar do quanto gosto da dança. precisaria no mínimo de umas 10 postagens… rs … com isso deixo com vcs, dois vídeos de apresentações do programa : So you think, you can dance, que certamente estão nos meus favoritos. Além da frase que veio a minha cabeça durante esse post.

“Quando você acaba de dançar seu corpo fica cansado, porém sua alma fica mais que renovada” – Filippe Gonçalves

Animais maiores que os homens

Publicado: 06/05/2011 em Amizade

Pessoal, sei que estou sem tempo para postar aqui… mas enfim… já estava com saudades de escrever no blog. Para a volta, vou postar sobre o tema vencedor da ENQUETE (Quanto mais conheço os homens, mais eu gosto dos animais). Na verdade a frase certa que eu queria botar era “quanto mais conheço os homens, mais eu gosto dos meus cachorros” frase dita pelo ex-BBB, Ge, na edição que ele participou e que na época deu maior polêmica. Muitos criticaram ele pela frase. Mas, você parou para pensar nessa frase? Ele disse tudo, os animais, são seres muito mais amorosos que nós homens. São seres fieis e que não traem.

As vezes até paro e fico pensando, não seriam eles os verdadeiros seres humanos e nós os verdadeiros animais?

Os que se auto chamam de “animais racionais”, pensam somente no seu umbigo. Querem o melhor para cada um e depois, muito depois começam a pensar nos outros. Os animais são completamente diferentes, pensam primeiro na sua família, nas pessoas que o cercam, para ai sim pensar nele.

O verdadeiro amor a gente encontra nos animais, quando você da amor a um animal, ele lembrará para sempre e se tornará um amigo fiel que você poderá contar quando precisar, que lembrará de você, que vai perdoar algum erro seu com ele (como um grito, ou um esporro, ou até mesmo ao ignorar ele). Porém, o amor simples e puro de um animal se eterniza, como aquele pôr do Sol que se mantem na sua memória, ou aquele aroma de uma flor que vocÊ nunca esquece. O chamado “animal irracional” tem uma fidelidade, um amor que NENHUM humano consegue entender, mesmo com 500 milhões de anos de estudo.

Um exemplo claro, está no caso do leão Christian que em 1969, foi encontrado por dois caras em Londres e vendo a precariedade que ele vivia, resolveram comprá-lo e cuidar dele, porém como ele cresceu muito, o leão teve que ser transferido para a África, e após um tempo vivendo na “vida selvagem” (selvagem, não seria o estilo que vivemos hoje? Um querendo ser maior que o outro, um querendo matar o outro)… não vou estender a história… vejam o vídeo a seguir.

Hoje ligo a TV e vejo pessoas se matando em estádios, pessoas comemorando na rua a morte de uma pessoa, pessoas gastando milhões e milhões em armamento bélico para “trazer a paz” (e ainda ganham prêmio Nobel da paz). Mulheres e homens que não tem amor próprio e saem fazendo sexo com qualquer um a qualquer hora. Fico imaginando como o animal piranha se sente ao ser comparado com essas mulheres, as pobrezinhas das vacas sendo comparadas. E as cadelas? Sério, esses verdadeiros seres humanos devem sentir uma vergonha imensa da gente, e principalmente um desgosto profundo ao ser comparados a tais pessoas.

Hoje assiti Marley e Eu e a frase do final do filme me marcou muito, em que o personagem principal fala algumas palavras sobre os animais de estimação “Dê se coração a um cão, que ele lhe dará o dele”, quantas vezes damos nosso coração a um amor e somos pisados? Quantas vezes damos nosso coração em uma amizade e quando menos esperamos tomamos uma apunhalada nas costas? Quantas vezes vemos as pessoas jogando o sentimento tão lindo do amor no chão, em prol de um benefício próprio?

O que devem sentir os macacos que são considerados nossos “parentes” mais próximos na evolução? A vergonha que eles devem sentir de nós que somos considerados “mais evoluidos”, se nós somos tão evoluidos assim imagina eles? A gente seria mesmo o último degrau da evolução? Ou seríamos o início (ficando atrás de todos)? Ou o início da decadência da evolução?

Então, quanto mais conheço, quanto mais vejo as cenas de hoje em dia, quanto mais vejo essa robalheira nos nossos governos e a população sofrendo, quanto mais vejo essas guerras em nome da paz que no fundo tem somente o interesse no petróleo e em mais dinheiro. Enfim… QUANTO MAIS CONHEÇO OS HOMENS, MAIS EU GOSTO DOS ANIMAIS.

Deixo com vocês o vídeo do final do filme “MARLEY E EU” que diz muito sobre não somente os cachorros, mais todos os animais em si. Que emociona? Emociona sim, porque sabemos que é verdade, porque o amor de um animal é incomparável, um amor que mesmo você o rejeitando, ele pula em você, quer te lamber, que você mesmo passando o dia todo fora e o deixando sozinho, quando vocÊ chega, te faz a maior companhia, querendo de abraçar e passar o maior tempo ao seu lado, um amor que não quer coisas caras, mas somente o amor, simples e puro.